Domingo, 3 de Agosto de 2008

NÃO ACREDITE NISTO

 Soube-se há poucos dias que estão a ser contactados os proprietários de todos terrenos situados na orla da Estrada Nacional Nº118 numa extensa área de charneca que se estende desde o alto da Degracia até ao entroncamento da Atalaia, no sentido de os sensibilizar para a cedência de vastas áreas destinadas à implantação de um mega projecto industrial.

 

Parece que, um verdadeiro reboliço se aproxima a passos largos do nosso Concelho. Um projecto industrial de dimensões nunca antes vistas irá provavelmente mudar a face do Concelho e arrasar de vez o marasmo da região.
Grandes fábricas de transformação de produtos agrícolas, pequenas e médias indústrias dos mais diversos ramos de actividade estarão já previstas para o local.
 
Centenas de postos de trabalho irão ali nascer nos próximos anos, e prevê-se que a maioria deles serão destinados preferencialmente a casais em idade fértil que prometam fixar-se como habitantes permanentes no Concelho.
As autoridades locais, acometidas de um entusiasmo quase eufórico, falam já na necessidade de se iniciarem obras de restauro e ampliação das escolas primárias da Atalaia e da Degracia para já, prevendo-se que outras serão igualmente recuperadas a par da implantação do projecto industrial, já que se prevê que estas medidas venham a contribuir para um rápido rejuvenescimento da população de todo o Concelho.
 
A euforia parece ter já chegado a todos os cantos do mundo, e uma febre colectiva do regresso às origens estará a disseminar-se descontroladamente, pelo que as autoridades locais estarão a apelar à calma e ao bom senso das pessoas, para que o regresso se processe faseadamente afim de evitar filas de automóveis e de camionetas de firmas especializadas em mudanças de casa.
 
Mas parece que o que mais estará a preocupar os responsáveis, será o mais que provável desencadear de uma onda inflacionária e o aproveitamento especulativo dos negócios imobiliários no Concelho.
 
Bem, falta apenas dizer que, estas notícias não são verdadeiras, e que não passam de uma pequena rábula pensada por alguém que bem gostaria que tudo isto fosse a sério. Quem sabe um dia.
 
Como diria Miguel Torga; (Ter um destino é não caber no berço onde o corpo nasceu, é transpor as fronteiras uma a uma e morrer sem nenhuma).
 
João Margarido Chamiço
sinto-me: A sonhar

publicado por João Chamiço às 22:24
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De O homem do deserto a 9 de Agosto de 2008 às 18:21
Todos nós sabemos o porque de a noticia ser irreal...

Mas no fundo temos de votar no PS pois caso contrário ficamos sem o emprego (mesmo que precario) é o nosso ganha pão! Ter um periodo de abertura aos privados criaria a instabilidade familiar que muitos não querem, já não somos jovens para essas aventuras...


De João Chamiço a 9 de Agosto de 2008 às 19:21
É sempre gratificante quando alguém se dispõe a comentar aquilo que escrevemos mal ou bem.
Tenho pena é de não entender em quê, é que o PS ou outro partido qualquer são para aqui chamados, ou, o que é que os nossos empregos, precários ou não, têm que ver o artigo (post).
Bem, pode até ter tudo a ver, por isso vou pensar melhor no assunto, não vá eu, por culpa da minha costela alentejana (e tenho-as todas alentejanas) estar a pensar mais lentamente que os outros e por essa razão nada ter percebido do seu comentário.
Porém, se o defeito for meu, e estou em crer que sim, sempre outras pessoas, por ventura "menos alentejanas" que eu, hão-de retirar do seu comentário as conclusões devidas.

Volte sempre.


De Paulo José Matos a 11 de Agosto de 2008 às 08:19
Um sonho tão bem (d)escrito, que só no final do texto me lembro de ler o titulo!!!

Quanto ao comentário (do homem do deserto), e apesar de o artigo do Exmo João ser (anti)politico, foi uma resposta sem alma, mas em minha opiniao objectiva. Contextualmente encaixa no paradigma historico que Gaviao, pós 25 de abril ter sido sempre governado por elementos de PS. Enfim: foi o testemunho (i)real de alguém...


De João Chamiço a 11 de Agosto de 2008 às 13:33
Voltando ao homem do deserto: o sr. remata o seu comentário com: (Ter um periodo de abertura aos privados criaria a instabilidade familiar que muitos não querem, já não somos jovens para essas aventuras)...

Já o disse no comentário anterior e reafirmo-o: Não percebi peva nem vejo o que é que era para abrir ou deixar de abrir aos privados.
Estaria a falar da TAP, da EDP, da GALP, da PT, dos Hospitais, das operações por via do cheque cirurgia, ou de grande parte dos serviços ligados às Autarquias e da própria água?
Bem, de tudo isto, só a TAP é que ainda não está entregue aos privados porque ainda não está a dar lucro.
Não se depreendam daqui que eu tenha alguma aversão à iniciativa privada, bem pelo contrário, o que não me inibe a coerência de acreditar que há sectores de actividade que nunca deveriam estar senão em mãos públicas.
Mas, o que eu gostava mesmo, era que as pessoas fizessem o favor de vir aqui comentar os artigos, concordando ou não, e que, de preferência deixassem ideias que trouxessem alguma luz à discussão.

Saudações a todos e boas férias para quem a elas "tiver direito".
Entenda-se: (quem para elas tiver dinheiro)


De Paulo José Matos a 11 de Agosto de 2008 às 19:30
Sendo também um pouco irónico - Alcochete não se vai fazer sem partir ovos (diga-se que o primeiro que foi a OTA, e o segundo que será dar novo espaço para os militares praticarem... ali para os lados de Castelo Branco... os seus exercícios).

Caro João, Concordo plenamente consigo, mas por as pessoas a pensar e a COMENTAR já e´ motivo de alegria! Só falta que sejam comentários construtivos, independentemente se tem presentes algumas referencias politicas ou não!

Por falar em por as pessoas a pensar surgiu um novo bloq, que apesar de eu não o querer divulgar porque pode não ser o mais correcto, trás mais alguma informação que deve ser pensada sob as devidas precauções:

http://socorrogaviao.blogs.iol.pt/

Cumps


De pois pois a 18 de Agosto de 2008 às 17:51
e se em vez de andarem a brincar aos jornalistas ficassem só pelas vossas ideias e criticas para vocês mesmos!!! porque se o país está mal, se o gavião pior está, se as pessoas já nem acreditam em nada do que fazem... VOCÊS SÓ ESTÃO A PIORAR COM AS VOSSAS MÁS CRITICAS, porque para criticar existe muitas pessoas para o fazer e para AJUDAR? onde estão essas pessoas... Pensem bem no que vos digo!!! digníssimos . ISSO ISSO ISSO ISSO


De João Chamiço a 18 de Agosto de 2008 às 20:32
Olá. Mau grado o manifesto azedume do seu comentário, deixo-lhe a minha gratidão por se ter dignado comentar.
Por achar que o seu comentário era suficiente polémico decidi dedicar-lhe um post.

Cumprimentos


De Paulo José Matos a 19 de Agosto de 2008 às 01:29
Vou responder, tal qual escrevi no meu blog pessoal aos post's deste senhor

1 - Para alguém que se esconde num "pois pois", e finaliza os comentários num "isso isso isso isso", deveremos considerar uma pessoa oprimida pela censura (está descansado que aqui pela minha quota parte não és censurado);

2 - Sendo uma pessoa tolerante e acreditando na democracia, devo desejar-te as boas vindas a este Blog (tal como faço a todos os intervenientes de TODOS OS BLOGS EM QUE PARTICIPO), e que os teus comentários sejam tão ponderados como se pretende neste espaço;

3 - Em relação ao teu comentário a este post, devo referir que não são as nossas criticas que colocaram o concelho neste estado, foram as politicas e empresários que o deixaram de rastos e sem capacidade auto construtiva!

4 - Por último, refiro que considero que a critica escrita tem um significado mais ponderado, pois tu sabes quem nós somos e nós podemos responder pelo que escrevemos (é público), ao contrario das conversas de café que essas sim, fomentam a desordem e a "coscuvilhice" (chamando nomes a fulano e a beltrano).


Comentar post

.mais sobre mim

.Quem nos visita é de:

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Encontro 4Ls passou por B...

. Belver, apesar de tudo fa...

. ...

. TOADA DE PORTALEGRE (DE J...

. O refúgio perdido... Font...

. Novo site de Ponte de Sor

. ...

. Os (DES)povoados do outro...

. Novo flyer +500 Visitas

. O Comentário deixado ao p...

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.participar

. participe neste blog

SAPO Blogs

.subscrever feeds